quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Ele Coca, Ela Guaraná.

Amigos, contrariando o pensamento quase que único da sociedade que dizia que isso não existia, eles eram amigos, um homem e uma mulher, amigos. Nada mais do que isso. Naquela tarde fria eles resolveram beber algo no bar, colocar o papo em dia e aproveitar o restinho do sol que estava se aprontando pra ir embora.

A amizade deles era recente, não fazia um ano que se conheciam, mas era como se tivessem passados anos juntos, era como se cada um fosse o pedaço do outro que estava perdido por aí. Eles gostavam de estar juntos, gostavam do que o outro falava e mais do que isso, eles gostavam de juntos ficarem em silêncio, o silêncio que se instalava em certos momentos era perturbador para quem visse de fora, mas para eles era normal, cada um imerso em seus pensamentos e ao mesmo tempo conectado um ao outro.

Assim foi aquele fim de tarde, ele bebeu uma Coca – Cola, ela um Guaraná. Bom papo, boa companhia e bom silêncio. Assim são os amigos.

Depois que ela embarcou no ônibus, ele ficou ali pensando, “Quando que vou beijar tua boca?”. Assim é a amizade de um homem e uma mulher.

2 comentários:

MiLa disse...

hmmm...entendi!
Pensamento masculino ne?
Eh... bem legal!

Marcelo (Metalian) Matos disse...

hehehe
Putz...acontece..