quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

2010

Nesses dias de calor em Porto Alegre costumo tomar muitos banhos, uns três ou quatro por dia. Podem me xingar pelo desperdício de água e tals, o problema é que não consigo viver sem meus banhos diários. Mas o banho no verão abafado de nossa cidade tem um problema, nos faz sair suados do banheiro, então ontem experimentei algo novo, no fim do banho morno, desliguei o chuveiro e tomei um resto de ducha fria.
Sim, ducha fria depois de um banho morno, descobri que não há nada melhor no verão (sexo e sorvete realmente são melhores, mas para fins do texto, finja que não existem). O corpo quando em contato com a água gelada leva um choque, ele não espera aquela mudança brusca, ele arrepia, o coração bate mais forte, perdemos o fôlego, somos obrigados a respirar mais rápido, soluçamos, a vontade de gritar vem a cada instante, assim fica nosso corpo até nos acostumarmos com a temperatura da água, mas isso só depois de uns três minutos.
Pois quero isso para 2010, quero os primeiros três minutos de ducha gelada, quero perder o fôlego, sentir o coração bater mais forte, quero arrepios, eu quero mudanças bruscas.
Um banho gelado para todos nós em todos os dias do ano novo!

2 comentários:

MiLa disse...

haha... muito bom!
Ótima comparação!!!

Marco disse...

Neto, achei sensacional !!