quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Destruição

Meu irmão estava com muita dor de ouvido, meus pais resolveram levar ele no hospital.

Enquanto aguardavam a chamada do médico, uma menininha de seis anos se aproximou do meu mano que chorava e perguntou o que ele tinha, minha mãe explicou que ele tinha dor de ouvido e perguntou para a menininha o motivo dela estar no hospital.

A pequena, com os olhos vermelhos, cansados de chorar, respondeu que havia sido estuprada.

Poucas horas antes, na tarde daquela terça-feira, a mãe da menina se viu obrigada a deixar ela e o irmãozinho de onze anos sozinhos em casa, não querendo isso, pediu para o vizinho de dezoito anos tomar conta das crianças. O vizinho mandou o menino buscar um game na locadora e então violentou o pequeno e totalmente indefeso anjo.

Na mesma hora que minha mãe conversava com a mãe da menina e o conselheiro tutelar no hospital, o pai da menina estava caçando pelas ruas da cidade, o monstro foragido, e caso o encontrasse antes da polícia, iria matá-lo.

A vida da menina foi destruída, a família estava por ser destruída, aquele monstro deve ser destruído.

Eu também mataria.

2 comentários:

MiLa disse...

Q horror!
Como alguem é capaz disso??
É um doente, um monstro...

Nat. disse...

Bah. Sem palavras. =/