quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A lucidez de uma noite jamais lembrada, a embriaguez de uma manhã jamais esquecida.

Dor de cabeça,
Saliva pastosa.
Dormindo do meu ladinho,
Uma gata gostosa.

Saí da cama esgualepado,
Encarei o espelho todo prosa.
Eu que já tinha desistido,
Ganhei da vida uma prova.

Nenhum comentário: