segunda-feira, 4 de agosto de 2014

As costas nuas da morena

Ele não enxergava mais nada em sua volta. Todos os seus pensamentos estavam direcionados para ela, a morena de costas nuas e tornozelos delicados. Isso o excitava, apaixonava, enlouquecia. Todos que partilhavam aquela sala de aula não passavam de ruídos e sombras. Cego e surdo para o mundo, em sua cabeça ressoava: ela, ela, ela.

Então alguém sentou ao lado da morena, tocou levemente em sua coxa esquerda e acariciou sua mão. A morena retribuiu com uma piscadela e o mais belo sorriso que tinha. Era outra garota. Eram namoradas.

Ele acreditou na perfeição do universo.

Nenhum comentário: