segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Sanduíches

Eram não mais do que oito da noite. Com esmero ele preparava alguns sanduíches para o jantar. Barulho de chaves e passos no corredor, salto alto.
Ela entrou sem falar, bateu forte a porta, passou rapidamente pela cozinha, não trocou uma única palavra e seguiu direto em direção ao quarto.
Intrigado, ele largou alguns tomates e foi ver o que estava acontecendo.
Deitada na cama, só de sutiã e calcinha, estava ela ajeitando uma trilha branca no vão dos seios.
Ele avançou, ela pediu para esperar.
Para ela o jogo só tinha graça quando desfrutado moderadamente.
Entre beijos e mordidas duas carreiras de cocaína foram aspiradas.

Os sanduíches ficaram para depois.

Nenhum comentário: